Transformação de plantas

Dentro da pesquisa de genética vegetal a utilização de plantas transgênicas é fundamental para o estudo de genes de interesse agrícola. As técnicas de cultura de tecido e de engenharia genética para a obtenção de algumas espécies de plantas como cana e milho são relativamente complexas, sendo executadas profissionalmente em poucos laboratórios no Brasil. 

Uma das maiores dificuldades deste estudo é a produção das plantas transgênicas e sua análise, o que requer muita habilidade e profissionalização.

É imprescindível para a obtenção de resultados confiáveis que se empregue um número razoável de eventos independentes. A resposta (fenótipo) decorrente da integração e expressão de um só gene num genoma vegetal completo é normalmente muito sutil, de forma que é altamente desejável que os eventos sejam muito homogêneos e com qualidade (alto vigor, sem doenças, ausência de variação somaclonal ou epigênica).